FILMES

O DIA DE XANGÔ

Som Direto / Desenho de Som /

Edição Musical / Mixagem

Dê Kelm – EICTV
Cuba | 2017 | Ficção | 17’

• 13º Festival de Cinema Latino-Americano

  de São Paulo, Prêmio Mostra CIBA-CILECT

Enquanto Cuba enfrenta o desaparecimento físico de Fidel Castro, Ana María decide voltar a sua cidade natal no Dia de Xangô, para se reencontrar com sua irmã mais nova.

 

While Cuba faces the death of Fidel Castro, Ana Maria decides to return to her natal village in Chango’s Day to meet her younger sister again.

QUANDO AS COISAS

SE DESMANCHAM

Desenho de Som / Mixagem

Aristeu Araújo – Casu Filmes / Haver Filmes
Brasil (RN) | 2018 | Ficção | 21’

• 8th Noida International Film Festival (Índia)
• Tlanchana Fest 2019 (México)
• 5º Cine Jardim
• Cine Drive-In Natal, 2020

Ana muda de cidade para morar com o pai que está com alzheimer. Ana estuda para o Enem e faz vídeos. Ana não quer esquecer.

 

Ana moves to a new town to live with her father who has Alzheimer's disease. Ana is applying for the University and likes to make videos. Ana refuses to forget.

MEIA LUA FALCIFORME

Mixagem / Desenho de Som

Débora Olympio, Dê Kelm – Haver Filmes, Fiocruz Vídeo
Brasil (PR) | 2019 | Documentário | 22’

• 9º Olhar de Cinema 2020

  Prêmio AVEC PR Destaque do Júri
• 22º FestCurtasBH

A Doença Falciforme é o nome do conjunto de doenças causadas por uma alteração genética nas células do sangue. Ela afeta principalmente a população afrodescendente e, apesar de ser a doença hereditária mais comum no Brasil, é desconhecida pela população e por muitos profissionais da saúde. O curta traz um conjunto de relatos de quem experiência a doença, a dor, o racismo, mas também o viver.

 

Sickle cell disease is the name of the set of diseases caused by a genetic change in blood cells. It mainly affects the Afro-descendant population and, despite being the most common hereditary disease in Brazil, is unknown to the population and many health professionals. The short film brings a set of accounts of those who experience illness, pain, racism, but also living. accounts of those who experience illness, pain, racism, but also life.

DIAS NA ANTÁRTICA

Desenho de Som

Simone Mesquita, Rei García – Doc & Rio
Brasil (RJ) | 2019 | Documentário | 71’

• 8º Festiver Festival de Cine Verde de Barichara

No ano de 2016, cientistas brasileiros pesquisaram o continente gelado da Antártica em busca dos nossos antepassados. Suas câmeras contaram 70 dias de trabalho, frio e convivência em um espaço íntimo, onde todos podiam filmar e ser filmados.

 

Brazilian scientists traveled to the frozen continent of Antarctica searching for our ancestors. Their cameras told these 70 days of work, despite the cold and tightness of living space where each one could film each other.

BICHO DO MATO

Música Original / Desenho de Som / Mixagem

Juliana Sanson – Guaipeca Filmes do Brasil

e Tropical Entretenimento
Brasil (PR) | 2018 | Ficção | 15’

• 20º Festival Kinoarte de Cinema | Melhor Som
• 19ª Goiânia Mostra Curtas
• 12º Festival de Cinema da Lapa
• 6º Festival de Cinema de Caruaru

Jussara e a família deixam o campo para morar na cidade grande quando fortes chuvas atingem suas terras. Com a mudança vem as dificuldades de adaptação em um mundo totalmente diferente.

Jussara and her family leave the countryside in order to live in the city. Now they have difficulties adapting to a completely different world.

SOY

Desenho de Som / Mixagem

Dê Kelm – Haver Filmes
Brasil (PR), Cuba | 2017 | Documentário | 12’

• IDFA 2017 | Special Jury Award for Student Documentary
• Guanujato IFF 2018 | Best Documentary 
Short Film
• FICCI 58

Os ventos estrangeiros sopram em Cuba e a ilha é invadida por um maremoto de câmeras que vão registrar a morte de Fidel. Uma menina cubana é jogada em meio ao que se torna um carnaval midiático. Por quanto tempo ela poderá carregar o peso da Revolução?

 

There is a foreign breeze in Cuba and the island is invaded by a tsunami of lenses to register Fidel’s death. A Cuban girl is thrown in the middle of what will turn into a media circus. Consciously, or not, she carries 57 years of a heavy history on her back. For how long will she be able to carry the Revolution’s weight?

COM TODO AMOR

DE QUE DISPONHO

Música Original

Aristeu Araújo – Haver Filmes
Brasil (PR) | 2015 | Ficção | 23’

• 7º Festival Internacional de Cortometrajes

  Piélagos en Corto (Espanha)
• 8ª Mostra Outros Cinemas (Fortaleza)
• 2º Tlanchana Fest (México)

  Menção Honrosa na categoria Ficção

Luís está em viagem, mas não sabemos para onde. No caminho, uma carta endereçada para Foz do Iguaçu. Na carta, um mistério.

 

Luis is on the road, but we don’t know where to. On the way, a letter addressed to Foz do Iguaçu. In the letter, a mystery.

TRANSETROPICAL

Música Original / Desenho de Som / Mixagem

João Ricardo Paulinho
Brasil (RN) | 2021 | Experimental | 5’’

• 14º Curta Taquary | Melhor Cartaz

• 32º Curta Kinoforum Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo

O verão chega ao fim nos trópicos e o crepúsculo começa na Cidade do Sol. A virada da década é um transe de nostalgia, luz e escuridão.

 

Summer comes to an end in the tropics and twilight begins in the City of the Sun. The turn of the decade is a trance of nostalgia, light and darkness.

EL CONTRAMAESTRE

Desenho de Som / Mixagem

Alejandro Perez – EICTV
Cuba | 2017 | Documentário | 13’

• 32° Festival de Cine de Mar del Plata |

   Mención Especial de Cortometraje Latinoamericano

Carlos vive isolado nas montanhas da Sierra Maestra em Cuba depois de uma vida inteira em alto-mar. Seu dia a dia no campo é povoado de memórias de outros tempos. O trabalho rural e os animais são as únicas companhias deste homem que é um náufrago em terra firme.

 

Carlos lives in isolation, deep in the mountains of the Sierra Maestra in Cuba, after an entire life of working on the high seas. His daily life is devoted to working in the field, memories of another time and his animals, the only travelling companions of this man who is a castaway on land.